Pensão de Dilma por perseguição na ditadura será analisada por Damares

6 meses Anterior written by

Fontes do jornal “O Globo” confirmaram que a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, deverá analisar o pedido da ex-presidente Dilma Rousseff à Comissão da Anistia para receber uma pensão mensal de R$ 10,7 mil por ter sido presa, perseguida e torturada durante a ditadura. O pedido da petista foi protocolado em 21 de outubro de 2002 e aponta alguns episódios para justificar a indenização, como o fato dela ter perdido o curso de Economia da Universidade Federal de Minas Gerais em 1969 pela perseguição sofrida no regime militar. Segundo o jornal, Dilma se aposentou pelo INSS em 2015, após o processo de impeachment, e recebeu R$ 72 mil dos governos de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro por ter sido detida e torturada pela ditadura brasileira. (Noticias ao Minuto)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.