Com demanda 40% maior em três anos, prefeitura abre licitação para 490 novas gavetas em cemitérios de Salvador

2 meses Anterior written by

Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) informou nesta terça-feira (12) que abriu licitação para construção de 490 novas gavetas em seis principais cemitérios municipais: Brotas, Itapuã, Paripe, Periperi, Pirajá e Plataforma. A gestão divulgou que estes cemitérios ficaram sobrecarregados por conta do registro de um aumento da demanda para sepultamentos de 40% em três anos, de 2013 a 2016. Segundo a Semop, em 2013, foram realizados 3.735 sepultamentos e, em 2016, 5.217. Segundo o balanço da Semop, até o mês de agosto deste ano, foram realizados nos cemitérios municipais 2.874 sepultamentos. As unidades de Brotas, Pirajá e Plataforma são as que mais recebem demanda. Segundo a prefeitura, parte do aumento da demanda nos últimos anos ocorreu por conta da falta de vagas no Cemitério da Quinta dos Lázaros, localizado Baixa de Quintas. Procurada pelo G1, a assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informou que atualmente o cemitério Quinta dos Lázaros só faz sepultamento em cova rasa, de corpos encaminhados do Insituto Médico Legal (IML) que não têm identificação.

Essa situação ocorre há pelo menos dois anos, conforme a Sesab. Outra parte do cemitério é gerido pela instituição Santa Casa de Misericórdia. A licitação para abertura de novas 490 vagas tem o valor para as obras estimado em R$ 500 mil. A previsão é de que o início dos trabalhos ocorra logo após o fim da licitação. A previsão da prefeitura é de que, até 2019, ainda sejam construídas mais duas mil unidades nos seis principais cemitérios. No total, são dez cemitérios geridos pela administração municipal. Os outros quatro estão localizados em Ilha de Maré, Bom Jesus dos Passos, Paramana e Ponta de Nossa Senhora. O número atual de vagas disponíveis nos cemitérios municipais não foi informado pela prefeitura. A gestão afirmou que “existe uma sobrecarga e a disponibilidade das vagas depende da desocupação das vagas ocupadas há três anos”. Por conta disso, os familiares podem não conseguir encontrar vagas em um cemitério específico e a central de atendimento da Semop deve indicar onde há vaga para sepultamento naquele dia. 

Serviço: Segundo a Semop, tanto para sepultamento, quanto para cremação, a família deve entrar em contato com a central de marcação para sepultamento para solicitar o serviço, pelo telefone 3322-1037 ou por meio do 156. O atendimento é das 8h às 12h e das 13h às 17h. Para o sepultamento, é necessário efetuar o pagamento no valor de R$ 31,34, para corpo de adulto e R$ 15,66 para criança. O valor é referente à taxa do Documento de Arrecadação Municipal (DAM). Já o serviço de cremação é oferecido gratuitamente pela prefeitura. O processo ocorre em parceria com o cemitério Jardim da Saudade. São até 730 cremações gratuitas oferecidas por ano. Em 2016, foram realizadas 114 cremações. Entre janeiro e agosto deste ano, foram executados 170 cremações. No entanto, segundo a prefeitura, a população ainda tem utilizado pouco esse serviço, devido a crenças religiosas, desconhecimento da oferta e por conta de mortes oriundas de violência. A aprovação do pedido de cremação leva em conta a comprovação de baixa renda por parte do requerente. Além da cremação, o cidadão tem direito ao velório, com duração de 30 minutos. (G1)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia