Defensoria Pública da Bahia abre processo administrativo para apurar Enem

3 anos Anterior written by

A Defensoria Pública da União (DPU) na Bahia apura os procedimentos de organização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) após abertura de processo administrativo na última sexta-feira (14). O órgão quer saber se o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) tomou cuidados necessários para garantir as mesmas condições aos candidatos em todo o Brasil. Para o defensor federal Átila Ribeiro Dias, os organizadores devem alocar os estudantes, preferencialmente, em locais de prova mais próximos às suas residências, além de considerar outros aspectos como instalações equivalentes e amplo fornecimento de transporte coletivo ao local. Situações que fogem à regra podem ser indícios de que candidatos foram prejudicados em virtude de condições desiguais. “Requisitamos informações para saber se existem requisitos mínimos para a escolha dos locais e se todos eles oferecem as mesmas condições estruturais aos candidatos”, pontuou o defensor, que pediu ainda uma relação das escolas que sediaram o exame em Salvador. (BN)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Educação