Dentista que não lavava as mãos faz ‘recall’ de mais de 20 mil pessoas

3 anos Anterior written by

Pacientes que foram atendidos por um dentista que não higienizava as mãos antes dos procedimentos terão de se submeter a exames de sangue para detectar possíveis problemas de saúde. Em torno de mais de 22 mil pessoas fizeram tratamento dentários com Desmond D’Mello, que não respeitava procedimentos básicos de higiene, como lavar as mãos, não trocar luvas e não esterilizar equipamentos, informou o NHS (sistema de saúde britânico). A polícia inglesa também investiga se a morte de uma ex-paciente por doença infecciosa estaria associada ao tratamento dentário. Com apenas 23 anos, a mulher morreu em agosto de 2013, no mesmo mês em que recebeu tratamento. As 22 mil pessoas que foram atendidas por D’Mello terão de passar por exames para avaliar se foram infectadas com algum vírus transmitido pelo sangue – como HIV ou HBV (vírus da hepatite B). Segundo o NHS, D’Mello usava o banheiro da equipe para guardar os equipamentos que usava nos pacientes. (Bahia Notícias)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Geral