Médico infectado com ebola morre nos EUA

3 anos Anterior written by
O médico Martin Salia, que contraiu o vírus ebola em Serra Leoa e estava sendo tratado em Nebraska, nos EUA, morreu nesta segunda-feira (17). Segundo a emissora NBC, ele chegou em estado crítico e não resistiu aos sintomas.
O médico estava internado no Centro Médico de Nebraska, em Omaha desde sábado (15). Em Serra Leoa, Salia trabalhava como cirurgião no Kissy United Methodist Hospital, em Freetown, capital do país. Segundo o New York Times, a notícia da morte do médico foi divulgada por Philip Smith, diretor médico da unidade de isolamento.
“O estado dele era extremamente crítico e, infelizmente, apesar dos esforços, não fomos capazes de recuperá-lo”, disse Smith. Salia, de 44 anos, era natural de Serra Leoa, mas vivia no estado de Maryland, nos EUA. Todos os agentes de saúde que participaram do tratamento de Salia em Omaha foram colocados em quarentena. O hospital em Nebraska já tratou com sucesso duas pessoas infectadas com o vírus, o médico Rick Sacra e o operador de câmera Ashoka Mukpo.
Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Mundo