Mesmo com R$ 7 milhões destinados, 28 cidades baianas ainda não têm plano de saneamento

3 anos Anterior written by

Vinte e oito municípios da Bahia com até 50 mil habitantes ainda não finalizaram seus planos municipais de saneamento básico. Dos 30 que receberam mais de R$ 7 milhões da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), apenas Camacã, sul do estado, conseguiu concluir o projeto, e Firmino Alves, na mesma região, falta receber a aprovação da Câmara Municipal para terminar o plano. Os convênios foram assinados entre 2009 e 2012. Na lista das cidades com atrasos na implantação dos projetos, estão Amélia Rodrigues, Andorinha, Belo Campo, Boa Nova, Buerarema, Canavieiras, Cansanção, Ciapra, Coaraci, Conde, Ibiassuce, Ibicoara, Itacaré, Itaju do Colônia, Itororó, Ituberá, Jandaíra, Maragogipe, Pau Brasil, Pintadas, Piraí do Norte, Planalto, Poções, Riacho de Santana, Rio do Antonio, Rio de Contas, Una e Uruçuca. O governo federal prorrogou até dezembro de 2015 o prazo para que todas as cidades do país adotem os planos. Pelo Plano Nacional de Saneamento Básico, que prevê a cobertura de 92% de esgotamento sanitário no país, as cidades que não apresentarem os projetos não poderão receber recursos para obras de saneamento básico. Atualmente, o percentual de cidades em todo o país com saneamento é de apenas 48%. Informações do Correio.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Geral