Não fiz nada errado’, diz Flávio Bolsonaro sobre caso de assessor

6 meses Anterior written by

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) publicou uma mensagem nesta quinta-feira (13) pelas redes sociais afirmando que não fez “nada de errado” no caso de um ex-assessor citado em relatório do Conselho de Controle Atividades Financeiras (Coaf). Movimentações de R$ 1,2 milhão de Fabrício José Carlos de Queiroz, ex-assessor em questão, foram consideradas suspeitas pelo órgão.  O nome de Fabrício está em relatório gerado pela invetigação da Operação Furna da Onça, um desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro que prendeu neste mês deputados estaduais. “Não fiz nada de errado, sou o maior interessado em que tudo se esclareça pra ontem, mas não posso me pronunciar sobre algo que não sei o que é, envolvendo meu ex-assessor”, escreveu o senador eleito. Queiroz trabalhou para ele no gabinete da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Ele continuou, dizendo estar “angustiado” para tudo se resolver e nã pairar mais “nenhuma dúvida” sobre ele. “Garanto a todos que não dei e nunca darei motivos para isso. Não vou decepcionar ninguém, confiem em mim. Se Deus quiser, tudo será esclarecido em breve” Flávio disse ainda que será coerente e não vai “passar a mão na cabeça de quem errou”. Ele afirmou que o ex-assessor não quer falar com a imprensa e dara suas explicações ao Ministério Público. “Isso é ruim pra mim, mas não tenho como obrigá-lo”. Na semana passada, Flávio disse que conversou com Queiroz, que teria contado a ele “uma história bastante plausível” para explicar as movimentações, sem “ilegalidade”. O senador eleito não deu detalhes da versão do ex-assessor. (Correio)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Política

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.