Salvador: Mulher cai em golpe de estelionatário e paga R$ 24 mil à vista por apartamento alugado pelo suspeito

3 meses Anterior written by

Uma mulher pagou R$ 24 mil pela compra de um apartamento no bairro de Cajazeiras, em Salvador, após ver anúncio na internet, e descobriu que caiu em um golpe. Conforme a Polícia Civil, o suspeito, que tinha alugado o imóvel, confessou o crime, mas não foi preso porque foi encontrado após o prazo do flagrante. De acordo com informações da polícia, a dona de casa, que não quis ter a identidade revelada, viu o anúncio com fotos na internet e negociou a compra com o suspeito. O caso foi registrado na última quinta-feira (31), na delegacia de Cajazeiras. A Polícia Civil informou que o suspeito alugou o apartamento, tirou fotos dos cômodos e anunciou a venda pela internet. Segundo a Polícia Civil, a mulher, que juntou dinheiro por muito tempo, entrou em contato com o suspeito, negociou a compra e transferiu R$ 19 mil para a conta bancária dele. A vítima pagou outros R$ 5 mil à vista e ficou de dar mais R$ 1 mil ao suspeito depois. “Eu tinha vontade de comprar um imóvel, aí eu entrei em contato com ele pelo anúncio da internet, olhei duas vezes e marquei com ele para fazer a compra. Dia 28, no Shopping Cajazeiras, eu fui com ele e a gente fez o documento de compras e vendas. Passei no cartório, abri firma, reconheci e aí fui vítima desse golpe”, contou a vítima. A mulher informou que o golpe só foi descoberto após a vítima fazer ela ir ao apartamento para fazer uma limpeza e ser questionada pela mãe do verdadeiro dono sobre a movimentação no local. Segundo a vítima, a mãe do dono do imóvel perguntou em qual apartamento ela moraria e falou que ela havia caído em um golpe. “Eu fiquei sem chão”, lamentou, emocionada. Em entrevista à TV Bahia, afiliada da Rede Globo, a delegada Overanda Oliveira, informou que o suspeito foi localizado na segunda-feira (4). Ele foi interrogado e liberado. “Nós estamos empreendendo diversas diligências diminuir, ao menos, o prejuízo dela. Se trata de uma pessoa muito humilde, uma pessoa que trabalhou toda a vida, todo o tempo, se privou de muita coisa, para adquirir esse imóvel e no final foi lesada por esse suspeito”, explicou a delegada. Segundo Overanda, a polícia já entrou em contato com a agência bancária usada pelo suspeito. “Nós estamos mantendo contato com as agências bancárias no sentido de obtermos essas informações. Nós precisamos saber exatamente qual o fim que este suspeito deu para a importância [dinheiro] que foi entregue pela vítima e a transferência bancária”. A delegada informou que testemunhas foram ouvidas e um pedido de prisão preventiva desse ser pedido nos próximos dias. “Quando a vítima veio à delegacia nós tomamos conhecimento da situação, iniciamos as diligências, que resultaram na localização do suspeito. Contudo, já não autorizava a prisão em flagrante, mas nós estamos instruindo o procedimento, já procedemos o registro, já ouvimos diversas pessoas e a nossa intenção é representar pela prisão preventiva desse indivíduo e, principalmente, evitar que ele pratique outros crimes na nossa área”, disse Overanda Oliveira. (G1/Ba)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Crime