‘Se não conseguir voto em fevereiro, não vota mais’, diz Maia sobre reforma da Previdência

4 meses Anterior written by

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, declarou nesta terça-feira (16) que se o governo não conseguir os votos necessários para aprovar a reforma da Previdência em fevereiro, a proposta não será mais colocada na pauta da Casa. Maia programou ainda no ano passado que a discussão sobre a reforma deve ter início no dia 5 de fevereiro e a votação para o dia 19. “Na minha opinião, se não conseguir voto em fevereiro, não vota mais. Depois, nós vamos ter outras agendas que precisam avançar”, afirmou o presidente da Câmara à imprensa durante viagem oficial a Washington, nos Estados Unidos. O governo precisa do apoio de 308 dos 513 deputados, em duas votações, para conseguir aprovar o texto. Mais cedo, Maia já havia comentado que estava dando andamento à reforma, mas “sem nenhum tipo de otimismo”. (BN)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil