Trafit comanda, mais uma vez, semáforos milionários em Salvador

3 anos Anterior written by

E a Trafit Indústria e Comércio ganhou mais uma licitação da prefeitura de Salvador para implantar novos semáforos em 131 cruzamentos da capital baiana. Este ano, a empresa vai embolsar R$ 15 milhões. O ano passado, a companhia ganhou mais R$ 1,5 milhão para a manutenção de outros equipamentos. Entretanto, a Trafit é investigada pelo Ministério Público por irregularidades na contratação por prefeituras nos estados de Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Na licitação deste ano, outras oito empresas participaram do processo, mas, de acordo com o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, as competidoras não se apresentaram no dia da concorrência, sendo a Trafit a única disponibilizada para a ação. “O processo licitatório atendeu à todas as especificidades dentro da lei. Houve lisura”, rebateu Muller ao Bocão News.

De acordo com o gestor, o primeiro edital divulgado gerou dúvidas entre as empresas proponentes. A licitação foi suspensa e refeita, sendo publicada novamente no mês de junho deste ano. O superintendente não soube informar os nomes das empresas interessadas àquela época.

A contratação por R$ 15 milhões foi justificada pelo procedimento que a empresa terá que realizar. Segundo o Muller, a Trafit irá substituir os semáforos que estão sucateados, bem como o cabeamento, as colunas e placas controladoras. “Eles estão muito ruins. Temos problemas com a chuva, a água entra nos equipamentos, dá curto-circuito e precisam ser substituídos. A empresa vai retirá-los, reforma-los e reimplantá-los. Isso gera um custo”, explica.


Os semáforos recuperados serão instalados em outros cruzamentos de Salvador. O valor de cada equipamento também não foi informado pelo gestor do órgão, que também não é encontrado na publicação do resultado da licitação no Diário Oficial do Município, no dia 16 de outubro.

Os novos semáforos serão implantados nos cruzamentos do Iguatemi, Lucaia, Avenida Garibaldi, todo o corredor da Orla e alguns pontos da Paralela. Eles já começaram a ser substituídos e a operação deve ser finalizada no ano que vem.

Era JH

A Trafit Indústria e Comércio presta serviços à prefeitura de Salvador desde a gestão de João Henrique. O proprietário, Mário Flores, é primo do ex-prefeito. A empresa completou em 2013 seus dez anos de contrato assegurados pela inexigibilidade de licitação, ou seja, não havia possibilidades de competição. Porém, segundo o superintendente da Transalvador, o processo deste ano foi diferente, e a Trafit participou de uma licitação. Segundo Fabrizzio Muller, o contrato do ano passado era de manutenção e em 2014/2015 será de implantação. Só resta a dúvida do motivo de retirada de interesse das oito empresas, que Muller não soube informar à reportagem deste site.

 

Por: Juliana Nobre (Twitter: @julianafrnobre)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Política