Três irmãs australianas descobrem câncer ao mesmo tempo

2 anos Anterior written by

Kristal Ford-Spencer, Cassie Ford e Katie Warrent são irmãs e grandes amigas. As australianas estão sempre juntas. De acordo com o Daily Mail, as três descobriram quase na mesma época que estavam com câncer. A diferença foi de algumas semanas entre cada uma delas. Na ocasião, elas celebravam o fato da mãe ter se recuperado da doença no ovário. Quem sentiu os primeiros sintomas foi Katie, de 30 anos. Com dores na barriga, ela procurou um hospital. Depois de passar por uma série de exames, ela foi diagnosticada com câncer no intestino. “Quando eu descobri, foi algo assustador, mas eu pensava: ‘Graças a Deus não é com a Kristal ou Cassie'”, contou Katie para o jornal. A australiana foi operada e removeu parte do órgão afetado e ainda fez seis meses de quimioterapia intensa. Quando estava na reta final do tratamento, ele recebeu a notícia de que a doença havia voltado a avançar. Ao mesmo tempo, Kristal, de 33 anos, foi diagnosticada com câncer de mama. Ela havia feito alguns exames de rotina quando recebeu uma ligação para retornar com urgência ao médico. “Eu senti o nódulo naquele ano, mas pensei: ‘sem chance'”, lembra Kristal, que foi operada no mesmo dia. Com o histórico na família, Cassie, de 31 anos, foi aconselhada a fazer exames por precaução. E ela também estava com câncer de mama. As três irmãs começaram a fazer quimioterapia juntas. “Como você pode focar na sua saúde quando você está preocupada com a saúde delas?”, pergunta Katie. Apesar do sofrimento, Cassie encarou a doença de forma positiva: “O câncer pode ser isolador, mas eu nunca me senti sozinha. Se eu tinha um dia ruim, tinha duas pessoas que sabiam exatamente pelo que eu estava passando”. Uma animava a outra nos momentos mais difíceis. Kristal e Cassie estão se recuperando. Katie recentemente descobriu que a doença avançou mais uma vez. “Para mim, o mais difícil é não saber o que o amanhã trará”, diz a mulher, que vem lutando contra a doença desde 2013. A família de Katie criou uma página para arrecadar fundos para o seu tratamento. As três irmãs mantém uma conta no Facebook em que relatam suas histórias. (Extra)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Internacionais · Saúde