TSE nega pedido de representante para Lula em sabatinas com pré-candidatos

4 meses Anterior written by

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, nesta sexta-feira (11), o pedido do PT para garantir a participação de um representante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em sabatinas feitas pela Folha de S. Paulo, UOL e SBT com os seis pré-candidatos à Presidência. Segundo a Carta Capital, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) foi ventilado com mais outros quatro nomes do partido para representar o ex-presidente que está preso em Curitiba nas entrevistas (veja aqui). A decisão foi do ministro Og Fernandes, responsável pelo julgamento de representações sobre a campanha eleitoral de 2018, que negou a liminar por considerar que a questão não é urgente. O ministro vai levar o caso ao plenário do TSE,  já que essa é uma situação sobre a qual a Corte eleitoral nunca se manifestou. No pedido, o PT reclama que Lula não foi convidado para participar das sabatinas e isso seria uma afronta ao artigo da Lei das Eleições que prevê tratamento isonômico a todos os candidatos. Og Fernandes, no entanto, rebateu alegando que não há dispositivo legal que garanta a participação de um representante de pré-candidato nos casos em que este não possa participar. O ministro ainda defende que o PT não estará impedido, caso o plenário do TSE decida pela procedência da representação, indicar alguém para ser entrevistado no lugar de Lula futuramente. (BN)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Política