Vacinação da segunda dose de HPV atinge apenas 24% de meninas de Salvador

3 anos Anterior written by
Iniciada em março deste ano, com a primeira dose, a vacinação contra o HPV (Papiloma Vírus Humano) atingiu na segunda etapa apenas 14 mil adolescentes em Salvador. O percentual corresponde a 24% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde e executada pela pasta da prefeitura de Salvador (SMS). Na primeira dose, foram vacinadas 52 mil meninas, ou quase 80% do público-alvo da capital baiana. Segundo especialistas, uma dose apenas não assegura a proteção contra o HPV, uma das principais causas de câncer do colo do útero. O intervalo entre a primeira e a segunda dose é de seis meses, e a última imunização ocorre cinco anos depois. De acordo com a coordenadora do setor de imunização da SMS, Doiane Lemos, para tentar aumentar a cobertura, a secretaria vai continuar o procedimento nos postos de saúde e em algumas escolas da cidade. “É importante que os pais dessas meninas se conscientizem da importância da segunda dose. Assim, elas vão se tornar adultas mais protegidas”, disse em entrevista ao Bahia Notícias. Os números nacionais também não foram animadores em relação à segunda dose da vacina contra o HPV. Segundo informe do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (11), 2,2 milhões de meninas com idade entre 11 e 13 anos receberam o reforço da imunização, ou 45% do público-alvo de 4,9 milhões de adolescentes. Ou seja, menos da metade da meta.(BN)

 

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia