Advogado ajuíza ação contra Dilma por visitar Lula com avião presidencial

5 anos Anterior written by

Um advogado ajuizou uma ação popular contra presidente Dilma Rousseff sob a acusação de improbidade administrativa por usar o avião presidencial para visitar o ex-presidente Lula no último sábado (5). Além da presidente, o avião levava os seus assessores para visitar Lula. A ação é assinada pelo advogado Júlio Casarin, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O advogado pede que o caráter privado da viagem seja confirmado judicialmente, além da devolução dos valores gastos. O autor diz que a ação não é uma crítica à viagem, mas diz que houve uso da máquina pública para a visita. “O problema, excelência, é que a presidente (ora requerida) não utilizou-se de meios próprios para realizar tal visita. Deslocou, para tanto, a aeronave presidencial, jatinhos da FAB e helicóptero, além de pagamento de diárias para equipe de apoio”, diz o advogado na petição. O advogado ainda usou declarações do senador oposicionista Ronaldo Caiado (DEM-GO) à Globo.com para embasar seus argumentos. “Isso é uma loucura total. Se a presidente Dilma quisesse se solidarizar com o amigo e correligionário político, ela deveria ter passado a presidência para o vice Michel Temer, e custeado, do próprio bolso, as despesas para ir com sua equipe dar apoio ao ex-presidente, contra uma decisão de um poder constituído. Ela não pode misturar os canais”, disse o parlamentar.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Justiça

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.