Agência de risco S&P mantém selo do Brasil como local seguro para investir

6 anos Anterior written by

O Brasil se manteve com a classificação de bom lugar para se investir, segundo a agência internacional de classificação de risco Standard & Poor’s. De acordo com a Folha de S.Paulo, a agência manteve nesta segunda-feira (23) a nota de crédito do Brasil com o chamado grau de investimento (selo de bom pagador). A S&P acredita que a credibilidade do governo será “gradualmente restaurada”, pavimentando o caminho para um crescimento mais robusto da economia a partir do ano que vem. Para a agência, o caminho para essa recuperação será baseado no apoio da presidente Dilma Rousseff ao ajuste fiscal promovido pela equipe econômica e no suporte do Congresso às medidas de austeridade, o que deve ocorrer eventualmente. Com isso, na avaliação da agência de risco, a credibilidade do governo será “gradualmente restaurada”, pavimentando o caminho para um crescimento mais robusto da economia a partir do ano que vem. A nota de crédito do Brasil em moeda estrangeira foi mantida em BBB-, e a de curto prazo, em A-3. “A S&P era uma das agências que mais preocupavam, pois é aquela segundo a qual o Brasil está apenas um grau acima do especulativo [com elevado risco de calote]. Se a S&P rebaixasse o país e fosse acompanhada de mais uma agência, uma série de fundos que são obrigados a investir em países com grau de investimento seriam forçados a retirar seus investimentos do Brasil”, afirmou Fabio Lemos, analista de renda variável da São Paulo Investments, à Folha. Para Lemos, a manutenção do grau de investimento do país pela S&P deve ter sido motivada por alguma informação do governo envolvendo o balanço auditado da Petrobras. “Sem isso, o governo poderia ter que capitalizar a empresa, o que prejudicaria o ajuste fiscal prometido”, disse ele.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.