“Ajuste fiscal não pode comprometer revitalização do Rio São Francisco”, alerta Lídice

7 anos Anterior written by

A senadora Lídice da Mata (PSB) disse nesta sexta-feira (20), em entrevista ao seu canal de rádio que a revitalização do Rio São Francisco e de outras bacias hidrográficas importantes para o abastecimento na Bahia e no Brasil sejam prioridades no Governo Federal. Mesmo com o ajuste fiscal e o corte de investimentos, a parlamentar baiana reiterou que essa prioridade tem que existir, pois está diretamente ligada à vida da população. “O governo precisa definir o que é indispensável e eu não tenho dúvida de que a revitalização do Velho Chico seja algo de extrema prioridade, assim como outras bacias na Bahia e no Brasil”. Ela lembrou a crise hídrica de São Paulo e destacou que este já era um grande problema enfrentado no Semiárido Nordestino. “A crise hídrica não mais se limita ao Semiárido Nordestino, ela hoje é um problema sério em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. Se nós não cuidarmos dos nossos mananciais, vamos enfrentar uma crise hídrica já anunciada por tantos especialistas, muito antes do que se imaginava”, disse. A parlamentar falou ainda sobre o debate que está sendo realizado no Senado em torno do tema e disse que é preciso haver uma preocupação com as questões ambientais.“Na verdade, essas questões estão vinculadas ao meio ambiente. Há a necessidade de defesa das nossas bacias hidrográficas e, para isso, nós precisamos de leis e atuação que busquem a preservação das matas ciliares, das áreas ribeirinhas, que quando são discutidos no Código Florestal, distante da crise hídrica que estamos vivendo agora, é fácil tentar ideologizar, dizendo que é coisa de ambientalista, que nós não devemos nos preocupar. A crise que marcou o Sudeste Brasileiro é a demonstração do inverso. Isso é coisa, sim, de ambientalistas e de todas as pessoas que, com responsabilidade defendem a vida no planeta e a vida na sociedade”, completou a senadora. (Política Livre)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.