Amargosa: Tribunal de Justiça nega pedido de vereadores para aumentar o próprio salário

6 anos Anterior written by

Foi proferida nesta terça-feira(07), a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia, que teve como relator do processo o Desembargador Dr. Roberto Maynard Frank, votando á favor da Câmara Municipal de Amargosa por três votos á zero (3×0).”O magistrado de primeiro grau (Juiz da Comarca) equivocou-se ao sentenciar contra a Câmara Municipal com relação ao débito dos subsídios dos Vereadores, até por que o referido débito é de responsabilidade da municipalidade”, completou o relator.

Responsável pela defesa, o Dr. Edílton Telles, baseando-se nos dados técnicos do Contador á época Sr. Magnovaldo Rodrigues, sustentou a tese do apelo e convincentemente demonstrou as causas do por que a câmara não teria as mínimas condições de pagar os referidos valores dos referidos subsídios desde junho de 2013 aos dias atuais, se acontecesse tal situação a população seria penalizada com a perda de diversos serviços oferecidos pela Câmara.

Para o Ex- Presidente Marcos Paulo Sampaio, e o atual Geovanildo Cintra, que estavam presentes na audiência acompanhados dos Vereadores Gabriel Pereira e Paulo Rocha, essa vitória, é a confirmação que a justiça pode tardar, mas não falha, estamos muito felizes e de alma lavada, completam os edis!

Fonte: Amargosa Notícias.
Foto: Sandro Moura/ Amargosa Urgente

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Amargosa · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.