Amargosa:Comunidade não atende solicitação da Prefeita e novas categorias aguardam também proposta de reposição salarial.

5 anos Anterior written by

Nesta segunda-feira dia 04/04, Amargosa amanheceu mais um dia sem aula na rede municipal por conta da greve dos Professores Municipais que já dura oito dias.

Mesmo a Prefeita colocando carro de som na rua, tentando jogar a comunidade contra os professores, ficou comprovado nesta segunda-feira que os pais e mães dos alunos entenderam a mensagem da APLB entidade que representa a categoria, que reivindica uma melhor educação para o município de Amargosa, e não levaram seus filhos para a escola.

Alguns pais ouvidos pelo Site Amargosa Urgente afirmaram que entendem a luta dos professores por melhores condições da Educação de Amargosa, e que as reivindicações de melhor merenda e transporte escolar e novos projetos para a educação também são parte dos anseios de pais que querem o melhor para os seus filhos. Complementam ainda dizendo que ao saber que os Professores foram xingados, humilhados e ameaçados por pessoas da equipe da Prefeita Karina Silva na reunião do dia 01/04, como também da proposta de apenas 5% de aumento não tinham como não ficar a favor dos professores, já que são eles que cuidam da educação de seus filhos e merecem o respeito de todos.

Algumas diretoras que tem cargo de confiança e tem medo de perdê-los, estão ligando para os pais dos alunos tentando avisar que vai ter aula, buscando com isso atrapalhar o movimento reivindicatório dos professores municipais.

As demais categorias de funcionários da Prefeitura também estão aguardando uma proposta de aumento, já que o salário mínimo subiu em janeiro de 2015 o percentual de 11,57% e eles que recebiam mais que o salário mínimo não tiveram nenhum aumento ainda este ano.

Sandro Moura-Amargosa Urgente

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Amargosa · Bahia · Educação

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.