Ao questionar Dilma no Senado, Lídice diz que impeachment é ‘golpe contra a democracia’

6 anos Anterior written by

A senadora baiana Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou nesta segunda-feira (29), durante a sessão do julgamento final do impeachment no Senado, que “não há crime de responsabilidade” contra a presidente afastada Dilma Rousseff e que o processo é um “atentado à Constituição”. Ao questionar a petista, Lídice disse “admirar a coragem” dela em ir ao Senado fazer a própria defesa e classificou o atual momento como “uma página infeliz da história”. “Assistimos a insustentabilidades das frágeis teses da acusação. Não houve aumento de despesas, não houve operação de crédito para o Plano Safra. A necessidade da acusação de dizer que seu impedimento é pelo conjunto da obra é um atentado à Constituição. O golpe não é contra a senhora, e sim contra a democracia. Uma conspiração unida a traição de parte de seus aliados”, avaliou a senadora. A baiana questionou a petista sobre como ações do deputado afastado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), agravaram a situação no país e se o PMDB, que hoje defende o impeachment, fez críticas ao seu programa de governo durante a aliança entre os partidos. Ao responder Lídice, Dilma afirmou que a contribuição de Cunha foi “a mais danosa possível”. “O senhor Eduardo Cunha tinha uma atuação não muito republicana quando se tratava da aprovação de projetos de governo Enviamos propostas que implicavam em melhoria da execução dos gastos, mas ele de fato promoveu um grande rombo na nossa capacidade de superação da crise. Se isso não é um dos maiores boicotes que se tem notícia na história do Brasil, eu não sei o que é”, disse. A presidente afastada ainda voltou a creditar o processo de impeachment. “No presidencialismo, como não há voto de desconfiança, há o processo de impeachment, mas o processo exige o crime de responsabilidade. Não cabe um processo só político”, afirmou.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Brasil · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.