Após derrota no Rio, Bahia fica apenas um ponto à frente do quinto

7 anos Anterior written by

A distância já não é cômoda como era antes do jogo contra o Botafogo. A diferença que era de quatro pontos diminuiu para apenas um do quinto colocado, que agora é o Sampaio Corrêa, após a derrota tricolor por 1×0 e a vitória do time maranhense por 3×2 sobre o ABC, no sábado. No entanto, o revés no Rio não tirou a confiança dos jogadores do Bahia, focados no acesso à Série A. “Sinal de alerta está ligado desde o início. Há três rodadas estávamos em sexto e acreditando. Hoje estamos no G-4 com um ponto a mais que faz diferença, pois nos coloca ainda à frente dos nossos concorrentes. Se na última rodada estivermos um ponto à frente, que ótimo. É lutar por todos os pontos que sejam possíveis nesse momento”, destaca o volante Paulinho Dias. O adversário de sábado é o Santa Cruz, sexto colocado com 52 pontos, dois a menos que o Bahia. Chance de tentar afastar uma das equipes que estão no cangote do tricolor. “Estamos pensando totalmente no jogo contra o Santa Cruz. Se preparar forte, atuar bem, com maior volume e intensidade de jogo. Pensando em conquistar os três pontos para nos manter no G-4 e mais próximos do acesso, pois as rodadas também estão diminuindo”, lembra Paulinho Dias, único a falar ontem, no desembarque da delegação. Restam apenas cinco jogos para o fim da Série B. Paulinho Dias também indica o caminho para diminuir os erros cometidos. “Vamos corrigir durante a semana, com muita concentração, muito olho no olho para que os erros não aconteçam na próxima partida”, afirmou. Cobrança – A derrota para o Botafogo não foi bem digerida pelo técnico Charles, que criticou a atuação da equipe alegando que muitos jogadores estiveram num nível abaixo do esperado. “Não fez uma partida ruim por causa de Railan. Foi por causa de um contexto em que o time não pôde render. Quando dois jogadores não estão bem, os outros nove carregam nas costas. Mas seis carregar cinco não dá”, analisou o treinador. Diante do Santa Cruz, Charles não terá o lateral-esquerdo Vítor, suspenso. João Paulo, que ainda se recupera de lesão, Ávine e o garoto Juninho, da base, que ficou no banco no Engenhão, são as opções. O julgamento de Kieza não está pauta do Pleno do STJD desta semana, o que garante o atacante em campo contra o Santa Cruz. (Correio)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Esporte

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.