Após um ano de terror em Amargosa, Polícia Civil e Militar fazem uma grande operação ” Para o Alto e Avante”

6 anos Anterior written by

20150717084959 (2)Tão logo completou um ano do trágico evento ocorrido no dia 16/07/2014, a Polícia Civil e Militar realizaram uma grande diligência em alguns bairros da cidade de Amargosa, na madrugada desta sexta-feira(17). A operação intitulada “Para o Alto e Avante” foi em uma demostração de força e união das policias no município.

Durante a operação policial, três foram detidos, um deles acusado de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Na ação foi apreendido arma de fogo, farta munição e grande quantidade de drogas, além de munição de pistola calibre .40, de uso restrito das forças policiais. Também foram apreendidos aves silvestres.

As equipes policiais iniciaram a operação por volta 4h da madrugada, onde prenderam em flagrante delito, Kaique dos Santos Pereira, mais conhecido por “Cão”. Com o acusado foram encontrados 06 munições calibre .32, 15 munições de calibre .40 (de uso restrito das forças policiais), 17 munições de calibre .38, 01 revólver calibre .38 da marca Rossi, com numeração raspada, carregado com 05 monições, 48 pacotes de maconha, 38 papelotes de cocaína e 01 porção de maconha prensada.
De acordo com a Polícia Civil, o mesmo, quando menor, foi internado no CASE – SALVADOR, por ato infracional assemelhado a tentativa de homicídio.

Além de “Cão”, também foi preso o seu parceiro de crime Jedaías Ferreira da Silva, conhecido por “Farinha”, os dois são acusados do homicídio de Evanderson dos Santos Neri, vulgo “Vandinho”, ocorrido no dia 03 de junho deste ano. Um terceiro indivíduo também foi detido. Dois dos detidos já possuíam mandado de prisão preventiva decretado pelo Juiz de direito da comarca de Amargosa.

“Esta operação conjunta das Polícias de Amargosa, marca o início de uma nova fase de atuação policial na cidade. Novas operações já estão planejadas e podem ocorrer a qualquer momento, visando principalmente os autores de assaltos ocorridos recentemente” afirmou o Delegado Adilson Freitas à nosso repórter. O delegado acrescentou que a arma de fogo apreendida será encaminhada para perícia, a fim de ser realizado o exame de micro comparação balística, que poderá confirmar que o projétil encontrado no corpo da vítima do homicídio foi disparado da arma de fogo apreendida.

O efetivo da Polícia Militar foi composto pelo CMT da 99ª CIPM/Amargosa, Capitão Alex Rêgo, 03 sargentos e 07 soldados. “Todos voluntários, que abriram mão de suas folgas para se engajarem neste nobre exercício de proteger a sociedade.” comentou o Capitão Alex. Foram utilizadas duas viaturas da 99ª CIPM/Amargosa. Da Polícia Civil, além do delegado, participaram da operação três policiais da Serviço de Inteligência da Unidade de Amargosa.20150717084959 (1)

 

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Amargosa · Bahia · Polícia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.