Argentina retorna a Buenos Aires em silêncio após vice

6 anos Anterior written by

Após a derrota nos pênaltis para o Chile, na final da Copa América , a seleção da Argentina voltou a Buenos Aires neste domingo sob frio intenso e em meio a um silêncio fúnebre após o sexto vice-campeonato seguido. Após quase duas horas de voo, o elenco dirigido pelo técnico Gerardo Martino aterrissou no Aeroporto Internacional da cidade de Ezeiza, perto das 3h30 (local e de Brasília). Após empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, a seleção alviceleste foi derrota por 4 a 1 nas penalidades, graças aos erros do atacante Higuaín e do volante Banega. Com isso, amarga um jejum de 22 anos sem títulos com a equipe principal. Desde 1993, ano em que venceu a Copa América, a Argentina disputou seis finais e perdeu todas elas. A bicampeã mundial foi vice do torneio continental em 2004, 2007 e 2015, da Copa das Confederações em 1995 e 2005 e da Copa do Mundo em 2014. Sem falar com a imprensa, jogadores e comissão técnica desceram do avião e entraram diretamente em um ônibus ainda na pista de pouso para não ter que passar pelo terminal aeroportuário. Depois disso, a delegação percorreu os quatro quilômetros até a sede da Associação do Futebol Argentino (AFA). Ao contrário do ano passado, quando algumas pessoas foram às ruas para dar apoio à equipe após a derrota para a Alemanha no Brasil, desta vez foram poucos os corajosos a desafiar o frio na madrugada para saudá-los.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Esporte

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.