Ataque a tribunal deixa mortos e feridos no Paquistão

5 anos Anterior written by

Sete pessoas morreram e 15 ficaram feridas em um ataque suicida nesta terça-feira (21) contra um tribunal em em Charsadda, no noroeste do Paquistão, aponta o último balanço divulgado pela polícia. Uma facção do Talibã Paquistanês (TTP), Jamaat-ul-Ahrar (JuA), reivindicou a ação. Entre as vítimas está um advogado, um sapateiro e um menino de quatro anos de idade, de acordo com testemunhas. “Três suicidas tentaram entrar no prédio do tribunal [de Tangi]. Um foi parado e outro se explodiu”, informou à AFP um agente da polícia, Mohammad Ijaz Khan. Vestidos de preto, os agressores estavam armados com kalashnikovs, pistolas e granadas, informou. O terceiro, perseguido dentro do tribunal de Tangi foi neutralizado 20 minutos após o início do ataque, cometido num momento de grande movimentação. A facção Jamaat-ul-Ahrar (JuA) anunciou recentemente uma nova ofensiva contra vários alvos no país. O chefe da polícia do distrito, Suhail Khalid, afirmou que a polícia já estava em alerta devido a uma possível ameaça ao complexo judiciário de Tangi. “Os especialistas informaram que cada suicida carregava de 7 a 8 kg de explosivos. A polícia combateu os criminosos com bravura e evitou um grande desastre”, acrescentou. O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, condenou o ataque: “Nosso governo continuará lutando contra elementos terroristas e venceremos”, lançou. As forças de segurança paquistanesas estão em alerta desde uma série de atentados suicidas na semana passada. Um dos ataques deixou 88 mortos na quinta-feira em um santuário sufi de Sehwan, sul do país.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Crime · Internacionais

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.