Avião da Malaysia Airlines com 295 pessoas foi abatido por míssil russo, aponta inquérito

7 anos Anterior written by

Investigadores internacionais concluíram que o avião da Malaysian Airlines, que fazia o voo MH17, foi abatido por um míssil BUK, de fabricação russa, disparado do Leste da Ucrânia, informou nesta terça-feira (13) um jornal holandês. Segundo a Agência Lusa, o relatório oficial sobre a queda do avião na Ucrânia, em 17 de julho de 2014, que provocou a morte de 295 pessoas, deve ser apresentado ainda nesta terça. Citando fontes próximas da investigação, o jornal Volkskrant diz que as conclusões do inquérito liderado pela Holanda, que durou 15 meses, mostram que o avião foi atingido por um míssil BUK terra-ar. O Boeing 777 da Malaysia Airlines, que transportava 295 pessoas, foi abatido em 17 de julho de 2014 no Leste da Ucrânia, em área de combates entre separatistas pró-russos e forças governamentais, quando fazia a ligação entre Amsterdã e Kuala Lumpur. O presidente Russo, Vladimir Putin, já havia sido acusado pelos EUA de ser responsável pelo incidente, por ter fornecido armamento aos separatistas ucranianos.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.