Brasil é o país que possui a maior carga tributária de todo o mundo

7 anos Anterior written by

Já parou para pensar quanto custariam os produtos não fossem os impostos? Os brasileiros poderão sentir essa diferença neste fim de semana, em função do Dia da Liberdade de Impostos (DLI) – que será comemorado na segunda-feira (25.05). Hoje, o Brasil é o país com a maior carga tributária do mundo. Diante deste cenário, a Câmara de Dirigentes Lojistas – Jovem, órgão da CDL Salvador, promove campanha de conscientização. Para alertar a população quanto o grande percentual de impostos atribuído aos produtos consumidos, a CDL Jovem realiza, neste sábadp (23.05), uma panfletagem nos principais shoppings da cidade, trazendo dados alarmantes. A ação será realizada das 12h às 18h, considerado horário de pico. De acordo o presidente do órgão, Alberto Filho, a carga tributária consome aproximadamente 40% de tudo que produzimos. São 145 dias trabalhados apenas para pagar impostos.“No ano, a gente trabalha segunda, terça e metade da quarta-feira para quitar imposto. Para a CDL Jovem, menos impostos significa maior poder de consumo da população, impactando positivamente na economia do país. Por isso essa ação de conscientização.”, ressalta. Constará nos panfletos de divulgação uma tabela informativa com o percentual de impostos que está no preço de produtos como óleo diesel (41%), energia (48%), xampu (44%) e água mineral (44%). Além destes, pagamos 38% de imposto em cima do sorvete e do picolé, 68% do perfume importado, 77% na caipirinha, 82% na cachaça, 72% em jogos eletrônicos e 40% em celular.  “Se pegarmos um xampu que custa R$ 12,90, sem os 44% do imposto paríamos apenas R$ 7,74. Ou seja, R$ 5,16 desse valor total vai direto para o governo. São dados alarmantes, e a população na se beneficia disso. É um valor excessivo que não retorna para o cidadão em forma de serviços de qualidade, como deveria ser. O que nós vivemos hoje não chega nem perto de um país de primeiro mundo”, destaca Filho. O objetivo final dessa campanha é fazer com que a população sabia da cobrança excessiva, possibilitando uma maior pressão ao governo federal para uma reforma tributária. “Quanto mais gente sabendo, mais temos força. Sabemos que a atual situação do país não é fácil, mas precisamos reduzirda carga tributária”, concluiu o presidente da CDL Jovem, Alberto Filho. (Tribuna da Bahia)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.