Câmara vota projeto que reajusta salário dos servidores em Salvador

6 anos Anterior written by

O projeto de lei relacionado ao reajuste salarial do servidores municipais de Salvador, que prevê aumento de 6,5% nas remunerações, será votado pela Câmara de vereadores nesta terça-feira (18). A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da casa. A sessão está prevista para ter início às 15h e deverá contar com representantes de várias categorias, que prometem acompanhar de perto a votação. Um impasse envolvendo a proposta salarial dos agentes de endemias do município impediu que o projeto fosse à votação na última quarta-feira (12). Os agentes reivindicam salário base equiparado ao piso nacional da categoria que é de R$ 1.014. O salario base atualmente é R$ 692. Outras categorias municipais, como a dos professores, por exemplo, queriam que o projeto fosse votado na semana passada. “Nós nos reunimos ontem com a oposição na Câmara e solicitamos o desmembramento do projeto, para que seja cumprido o piso nacional. Existem outras representações que dizem ter aceitado a equiparação do salário mínimo, mas a categoria não aceitou”, destacou Marilane Conceição, secretária de imprensa do Sindicato dos Agentes de Saúde e Agentes de Combate às Endemias da Bahia (Sindacs-BA). Ela afirmou que a categoria vai à Câmara acompanhar a votação. Representantes da Associação dos Servidores em Transporte e Trânsito do Município (Astram) também prometem acompanhar a votação nesta terça. O presidente da entidade, Luiz Bahia, disse que os servidores farão um ato durante a sessão e vão tentar impedir a votação. “Vamos fazer uma manifestação na Câmara para impedir a votação, porque traz prejuízos para os servidores da Transalvador. O projeto estabelece, no plano de cargos, condições para que o servidor obtenha avanços por tempo de serviço, mas, para isso, os servidores teriam que passar por avaliação de desempenho para ter esse avanço. Isso não deveria ser imposto”, destacou.

Projeto: O projeto de lei relacionado ao reajuste salarial do servidores municipais de Salvador prevê aumento de 6,5% nas remunerações, além de reajuste equivalente no auxílio-alimentação. A proposta de reajuste, com previsão de ser retroativa a maio, foi encaminhada para a Câmara de Vereadores no dia 7 de agosto. Algumas categorias devem ter reajuste acima de 6,5%. Esse é o caso dos agentes comunitários de saúde e os de combate às endemias, que devem ter salários acrescidos de R$ 692,08 para R$ 788, um aumento de 13,86%. Na educação, o valor proposto é de 8,14% diante de pagamento escalonado, sendo 6,5% retroativo a maio e o complemento a partir de dezembro. Os fazendários, além dos 6,5% dos demais servidores, terão reposição de 5,91%, também escalonado, sendo 3% para dezembro e 2,91%, a partir de maio de 2016. De acordo com a Prefeitura, os aumentos são válidos para aqueles que não tiveram avanços via Plano de Cargos e Vencimentos (PCV). Além do projeto de reajuste salarial, a Prefeitura prorrogou, até 30 de maio do próximo ano, os abonos de R$ 100 para os agentes de copa e cozinha, e de R$ 1.500 para os profissionais de atendimento integrado na área de qualificação de médico com carga horária de 20h.(G1)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.