Carregadores e pendrives são achados em cela de Dirceu e Argôlo

5 anos Anterior written by

Dois carregadores de celular e alguns pendrives foram encontrados na cela do ex-ministro José Dirceu e do ex-deputado federal Luiz Argôlo no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A informação foi pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp-PR) nesta segunda-feira (15). O advogado Roberto Podval, que defende o ex-ministro, está em uma reunião e não pode atender à ligação da reportagem. Até as 17h25, a defesa de Luiz Argôlo ainda não tinha sido localizada. Os objetos foram achados no dia 1º de agosto durante uma vistoria de rotina, segundo a Sesp-PR. José Dirceu e Luiz Argôlo foram condenados pela Operação Lava Jato. Como nenhum dos dois assumiu ser o dono dos carregadores e dos pendrives, ambos receberam uma penalidade, chamada de “falta média”: eles ficam 20 dias, desde 1º de agosto, sem receber visitas. Conforme a Sesp-PR, as visitas são semanais, às sextas-feiras. Os objetos estavam dentro de uma sacola de plástico no meio dos pertences dos presos. A secretaria não soube dizer em qual parte da cela a sacola estava. Ainda segundo a Sesp-PR, os pendrives continham filmes e músicas.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.