Chinesa Xiaomi quer superar Apple e Samsung em uma década

7 anos Anterior written by

Após superar marcas tradicionais como LG, Sony e Huawei e se tornar a terceira maior fabricante de smartphones do mundo, a chinesa Xiaomi planeja voos mais altos e pretende superar Samsung e Apple dentro de uma década. Seu fundador e diretor executivo, Lei Jun, descreve a companhia como um “pequeno milagre” e agora quer assumir o topo do mercado.  —Eu acredito que ninguém pensou que a Xiaomi de três anos atrás, quando lançou o seu primeiro celular, se transformaria no terceiro maior player — disse Jun nesta quinta-feira, durante a World Internet Conference, realizada em Wuzhen, na China. — A Índia está se tornando nosso maior mercado no exterior. Dentro de cinco ou dez anos, nós teremos a oportunidade de nos tornarmos a maior companhia de smartphones do mundo. A Xiaomi foi fundada em 2010 e lançou seu primeiro smartphone apenas em 2011, na China. Oferecendo aparelhos com preços mais atrativos que a concorrência, rapidamente se tornou a maior fabricante do país e, no terceiro trimestre deste ano, se tornou a terceira maior fabricante do mundo segundo a consultoria IDC, comercializando 17,3 milhões de aparelhos no período, crescimento de 211% em relação ao ano anterior. Segundo Jun, a Xiaomi já vendeu mais de 70 milhões de aparelhos e a projeção é superar os 200 milhões no ano que vem. Os principais alvos são mercados emergentes, como Índia e Brasil, dominados atualmente pela Samsung. — É fácil falar, mas mais difícil de fazer — retrucou Bruce Sewell, conselheiro geral da Apple, quando questionado sobre as afirmações de Jun. — Existem muitos bons competidores na China. — Nesta terra mágica, nós produzimos não só uma companhia como Alibaba, mas um pequeno milagre como a Xiaomi — disse Jun. (O Globo)

 

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Tecnologia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.