Cidades do Recôncavo Baiano também sentiram misterioso tremor de terra na manhã desse domingo

5 anos Anterior written by

Um suposto tremor relatado por moradores na manhã deste domingo (26) em alguns bairros da capital baiana, Salvador, na Ilha se Itaparica, e cidades do interior do estado,  como Senhor do Bonfim, Santo Antônio de Jesus, Jaguaripe, Conceição do Almeida, São Felipe e Sapeaçu movimentou as redes sociais desde ás 7h da manhã.

Em diferentes lugares as pessoas contam que ouviram apenas uma explosão.  Em outros, os relatos são de tremores com portas e janelas trepidando. O suposto fenômeno foi ouvido em vários bairros de Salvador como Garcia, Fazenda Grande do Retiro, Capelinha, Brotas, Federação, Barra, Politeama e outros.

Na Ilha de Itaparica o tremor foi percebido por moradores da localidade de Cacha Prego.

Por volta das 7h40, num grupo do WhatsApp que reúne jornalistas, um dos membros do grupo lançou a pergunta: “Gente, vocês ouviram uma explosão hoje? Eu ouvi aqui no meu apartamento em Brotas, logo de manhã cedo. As janelas trepidaram. E dois amigos meus da Barra disseram que ouviram também. E as janelas deles também chegaram a trepidar”. A partir desse relato, o assunto do suposto tremor invadiu as redes sociais.

Grupos de diversas cidades e atividades comentaram o assunto e a notícia dominou as redes. Há aqueles que se aprofundaram nos relatos e cogitaram até ter visto uma bola de fogo cruzar o céu ou um avião caindo em Salinas das Margaridas, na região da Ilha de Itaparica.

Abalos em Mutuípe em 2016

Na região do Recôncavo baiano já houve registros de tremores de terra em Laje e Mutuípe (a 241 km de Salvador) . Em 2016 e 2010 o fenômeno ocorreu em Mutuipe  quando moradores relataram que ouviram um forte estrondo e logo depois sentiram a terra tremer, seguidos de pequenos abalos com intervalos de cinco minutos.

Em 2010, outros tremores foram sentidos no município. O mais forte registrado em maio do mesmo ano.  Na época, o Laboratório de Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (URFN) declarou que os abalos na região eram pontuais, além de rasos e com baixa magnitude, mas que poderiam provocar rachaduras em casas, mas que não seriam forte o bastante para derrubá-las.

Sobre os tremores, trepidações e explosões relatadas neste domingo, até o momento não há uma explicação para tais fenômenos. Nenhum órgão oficial se manifestou sobre o assunto.

Blog do valente

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.