Criminalizar criação artística é oportunismo eleitoral, diz senadora

1 ano Anterior written by

Em pronunciamento nessa terça-feira (21), a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) condenou a prática da censura, e disse que o processo moralista em vigor, que busca criminalizar a criação artística, tem um claro oportunismo eleitoral, que abusa da boa-fé da população e é promovido por “quem não tem voto ou proposta para o país”. Ao destacar a Frente Nacional contra a Censura, em Belo Horizonte, Marta Suplicy disse que a censura é nociva à sociedade. Ela observou que dogmas religiosos sempre existiram, e que a moralidade sempre foi impregnada das noções de certo e errado. As informações são da Agência Senado.A senadora, porém, apontou “um acirramento, uma polarização e um ódio que há muito tempo não se viam no país, além da desinformação”. “A exposição de corpos nus não vai causar danos às crianças. O que pretendem os incentivadores do falso moralismo? Duvido que essas pessoas acreditam no que apregoam, a ponto de chamar artistas de pedófilos. O nu faz parte da vida. A falta de informação provoca a manipulação, que transforma tudo em perversão, doença, crime”, afirmou.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Política