DF: Professores fecham Eixo Monumental por causa de benefícios atrasados

7 anos Anterior written by

Professores da rede pública de ensino do Distrito Federal fecharam ao meio-dia desta segunda-feira (23) as seis faixas do Eixo Monumental em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo do DF, em protesto contra a falta de pagamento de férias e 13º do ano passado. Os servidores faziam uma assembleia na praça em frente ao palácio para decidir se entrariam em greve, mas a reunião foi suspensa porque uma comissão se reuniu com o secretário da Casa Civil, Hélio Doyle, para discutir uma solução ao impasse. Após a reunião, os servidores vão retomar a assembleia. As aulas da rede pública deveriam ter sido reiniciadas nesta segunda, mas as escolas amanheceram fechadas devido à assembleia agendada. A Secretaria de Educação informou que cada uma das 14 coordenações regionais de Ensino está fazendo o levantamento da situação nas escolas para a área de planejamento da pasta. A secretaria disse ser necessário aguardar a decisão da assembleia para se posicionar sobre o assunto. A Policia Militar estima que entre 5 mil e 6 mil pessoas participem do ato. Foram convocados 240 policiais militares para reforçar a segurança no local, dos quais 30 são do Bope. “Tentamos negociar com eles para não fecharem a via, por não ser a melhor saída, mas eles são 5 mil, e nós, 200”, disse o coronel Marcio Vasconcelos, responsável pela operação. (G1)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.