Feira: Justiça condena réu a 45 anos de prisão em assassinato de representante comercial

7 anos Anterior written by

A Justiça condenou a 45 anos, dez meses e 20 dias de prisão Jheferson Matos Ribeiro pelo assassinato do representante comercial Japiassú Sales Siqueira, em Feira de Santana, Portal do Sertão.  O réu também recebeu a pena de 17 anos e dez meses pela tentativa de homicídio contra o primo da vítima, Alexsandro Cunha Sarmento. Japiassú foi morto aos 25 anos de idade, em 24 de abril de 2003, na Avenida Maria Quitéria. Jheferson Matos só foi preso oito anos depois por policiais disfarçados, em Capim Grosso, na região do Piemonte da Diamantina. Segundo o Acorda Cidade, acusado e vítima moravam no bairro Parque Ipê, e eram colegas. Uma briga durante uma partida de futebol em que Jheferson teria levado “a pior” e prometeu se vingar seria o embrião do crime. Mas a vingança só ocorreu tempos depois, quando a confusão parecia superada. A decisão de condenar o réu foi do Conselho de Sentença e da juíza Kátia Regina Mendes Cunha, presidente do Tribunal do Júri, após cerca de 12h de julgamento em Feira de Santana. Segundo o promotor Luciano Taque, o Ministério Público entendeu que o resultado foi justo e atendeu ao que a sociedade feirense esperava. O julgamento foi um dos cinco programados na segunda edição da Semana Nacional do Júri, que é realizado simultaneamente em 27 estados brasileiros. (BN/Foto: Acorda Cidade)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Assassinato · Bahia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.