Glória Perez e Raul Gazolla vencem processo e indenização chega a 500 salários mínimos, cada

5 anos Anterior written by

Pouco tempo depois do assassinato de Daniella Perez, Glória Perez e Raul Gazolla, mãe e então viúvo da atriz, em 1992, ajuizaram uma ação indenizatória por danos morais e materiais contra Guilherme de Pádua e Paula Thomaz. De acordo com o colunista Leo Dias, a ação foi julgada pela 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Após avaliação, o desembargador Paulo Gustavo Horta, fixou o dano moral em 500 salários mínimos para cada um dos autores, condenando os réus a também arcarem com despesas de sepultamento e funeral, além das custas processuais e honorários de advogado de 10% sobre o valor da indenização. O acórdão foi publicado no Diário Oficial em maio de 2002. Em outubro, Glória e Raul iniciaram a cobrança, mas nenhum dos dois tinha dinheiro para arcar com a pena, ou bens a penhorar.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Justiça

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.