Gritando ‘Globolixo’, homem invade sede da Globo no RJ e mantém repórter refém

1 ano Anterior written by

Armado com uma facão, um homem contrário a linha editorial da Rede Globo invadiu, na tarde desta quarta-feira (10), a sede da emissora, no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro e manteve a repórter Marina Araújo como refém.

Segundo informações do portal Metrópoles, ao chegar no local o homem gritava “Globo lixo”. Policiais e o diretor de Jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel, foram até o local e entraram em negociação com o suspeito. Os demais funcionários da emissora ficaram presos e isolados no andar onde funciona o canal por assinatura GloboNews.

Enquanto dominava a refém, o homem apontava a faca no pescoço e beijava a cabeça da repórter. Aos presentes, o suspeito informou que estava procurando a apresentadora do “Jornal Nacional” Renata Vasconcellos. Ele exigia falar com a jornalista, que faz aniversário nesta quarta-feira (10).

Uma fonte informou que a situação foi controlada assim que a própria Renata Vasconcellos apareceu no local, fazendo com que o homem soltasse a faca fosse preso logo em seguida. Presentes informaram que o suspeito agia como um “psicopata”. (Bahia Notícias)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.