Identificado suspeito de matar idosa em assalto em Amaralina

7 anos Anterior written by

Foi identificado o suspeito de efetuar o disparo que matou a empresária Maria Conceição Neves Soares, de 69 anos, durante um assalto no domingo, 1º, no bairro de Amaralina. A delegada Maria Selma Lima, titular da 28ª Delegacia Territorial (DT/Nordeste de Amaralina) divulgou, nesta quarta-feira, 4, a fotografia de Marlon Soares Freitas.

A delegada informou que já tem em mãos o mandado de prisão temporária de Marlon, expedido pela Justiça. Ela também divulgou as imagens do circuito de segurança de um estabelecimento comercial, próximo ao local do crime, que mostram o momento da ação dos criminosos. Nas imagens, é possível ver Marlon e um comparsa, ainda não identificado, armados abordando a vítima, que está em seu Fiat Way, branco.

A filmagem mostra também que Marlon, que já tem passagens por homicídio e roubo, e o comparsa efetuaram disparos contra a vítima. Segundo a delegada, o criminoso é morador do Nordeste de Amaralina e a polícia está realizando diligências para prendê-lo. A titular da 28ª DT suspeita que existam outros envolvidos no crime.

Entenda o caso

A empresária Maria Conceição Neves Soares, 69 anos, foi morta com dois tiros durante uma tentativa de assalto, na noite do último domingo, 1º, na rua Visconde de Itaboraí, no bairro de Amaralina. Ela foi atingida com um tiro nas costas e outro no pescoço, quando cerca de oito ladrões tentaram levar seu veículo, um Fiat Uno Vivace branco (OUL-3320).

Sem se identificar, uma testemunha afirmou que ela foi surpreendida por um dos ladrões enquanto esperava o marido em frente ao Ideal Center – centro empresarial do qual era proprietária.

Conforme a assessoria de comunicação da Polícia Civil, os criminosos chegaram ao local em dois veículos (cinco em um GM Celta cinza e três num Fiat Uno), mas somente um  desceu de um dos carros, armado com um revólver calibre 38. (Jornal A Tarde)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Brasil · Polícia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.