Instituto Lula entra na Justiça para que Gentili prove que atentado foi ‘armação’

6 anos Anterior written by

O Instituto Lula processou o apresentador Danili Gentili após o comediante sugerir que o atentado à sede da organização foi uma “armação” para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pudesse “sair de vítima” da situação. A informação foi publicada pelo próprio petista em seu perfil oficial no Facebook na noite desta quinta-feira (13). “Após o lançamento de uma bomba caseira contra a sede do Instituto Lula, Danilo Gentili desqualificou o episódio: para ele, um ataque criminoso de ódio e intimidação política que poderia ter ferido alguém seria, na verdade, uma ‘armação’ de Lula para ‘sair de vítima’”, diz a publicação. “Os advogados do Instituto Lula acionaram a Justiça para que Gentili apresente provas do que afirma, explique suas palavras ou apresente uma retratação”, completa Lula. A sede do instituto em São Paulo foi atingida por uma bomba de fabricação caseira no dia 30 de julho. A explosão não deixou feridos, mas gerou um buraco na garagem do imóvel. Ainda não há informações sobre os responsáveis pelo ataque.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.