Juíza diz ao STF que João de Deus não precisa ser transferido para hospital

3 meses Anterior written by

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) encaminhou ofício ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, informando que o médium João de Deus não precisa ser transferido para um hospital. O documento avalia que o seu estado de saúde não exige uma medida especial. Segundo a juíza Marli de Fátima Naves, exames diagnosticaram apenas a “discreta” presença de sangue na urina do paciente. Como não há infecção, o médico recomendou que João de Deus volte para a unidade prisional e continue passando pelo acompanhamento ambulatorial que já vem sendo realizado. O ofício foi solicitado pelo próprio Toffoli, que pediu ao TJ-GO que informasse, em até 48 horas, o estado de saúde do médium. João de Deus está preso desde dezembro no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, acusado de abuso sexual. (Bahia Notícias)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Justiça