Milhares acampam nas ruas para primeira missa do Papa no Equador

7 anos Anterior written by

Acampados nas ruas com sacos de dormir e estoque de alimentos, milhares de equatorianos se reuniram na cidade costeira de Guayaquil nesta segunda-feira (6) para a primeira missa do Papa Francisco em sua viagem de retorno à América do Sul. De acordo com a agência France Presse, 600 mil pessoas esperavam a chegada do Papa no parque Los Samanes, sob uma temperatura de 30ºC e uma umidade altíssima.Em seu primeiro dia completo no continente durante a viagem por três países, o pontífice argentino seguiu de Quito para a segunda maior cidade do Equador, conhecida como a “capital da banana”, devido à grande presença da fruta.”Vai ser um dia muito especial, que vou compartilhar com aqueles que amo”, disse Silvia Flores, médica de 43 anos esperando na rua. “Somos todos irmãos em Cristo”.Após a missa, Francisco irá a uma escola jesuíta para visitar um velho amigo que não vê há três décadas, o padre Francisco Cortes. Quando era diretor de um seminário na Argentina, Francisco, então padre Jorge Bergoglio, enviava seminaristas para estudar teologia com Cortes, espanhol de 91 anos conhecido carinhosamente como “padre Paquito”.Devotos passam a noite guardando lugar e rezando antes de missa campal do Papa Francisco em Guayaquil, no Equador.Devotos passam a noite guardando lugar e rezando antes de missa campal do Papa Francisco em Guayaquil, no Equador.A ida do Papa a Guayaquil tem um significado especial para o Equador, e seu presidente esquerdista, Rafael Correa, que tem sido alvo de protestos contra o governo há várias semanas.Milhares de pessoas foram às ruas em Guayaquil e em outros lugares para protestar contra alterações fiscais e o suposto autoritarismo do Estado. Correa diz que as reformas só irão afetar os ricos e acusa seus inimigos de buscarem um golpe de Estado.Em suas primeiras horas no Equador Francisco já deu mostras da simplicidade e da simpatia que o tornaram famoso no mundo: deixou que tirassem ‘selfies’ no aeroporto, permitiu que um jornalista beijasse sua mão e saiu surpreendentemente para abençoar os fiéis que o aclamavam durante a noite nos arredores da Nunciatura Apostólica, onde se aloja, não sem antes pedir que deixassem os vizinhos dormir.(G1)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Entretenimento · Internacionais

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.