Ministros do Supremo fazem críticas a Sérgio Moro após divulgação de grampos

5 anos Anterior written by

Diversos ministros do Supremo Tribunal Federal, de acordo com a coluna Painel da Folha de São Paulo, estão criticando as recentes ações do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba. O ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), é um dos críticos, assim como Marco Aurélio Mello, que condenou a condução coercitiva de Lula para prestar depoimento.

Além deles, a ministra Cármen Lúcia também teria opinado sobre a medida, que só seria necessária com investigados já intimados e que se negaram a comparecer. Outros dois ministros avaliam que os grampos autorizados por Moro em Lula deveriam ser “destruídos por determinação da decisão judicial”, como diz a lei.

Ao levantar o sigilo de todas as gravações telefônicas, inclusive de conversas familiares, Moro divulgou até mesmo diálogo de Marisa Letícia com um de seus filhos, Fabio, xingando os panelaços. Ao jornal, um dos ministros, ainda sobre os grampos, disse que a conversa de Lula com a presidente Dilma Rousseff, que tem foro privilegiado, deveria ter sido enviada para o STF, sob sigilo, para que a corte então examinasse se houve tentativa de obstrução da Justiça.

Varela Notícias

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Justiça

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.