Movimento pró-impeachment tem baixa adesão em Salvador

6 anos Anterior written by

A manhã quente e ensolarada deste domingo, 13, se mostrou bem mais atraente para o banho de mar do que para manifestações de rua em Salvador, onde a Polícia Militar estimou em 500 o número de pessoas que participaram do protesto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O público foi bem menor que o de eventos anteriores, e que o esperado pelos organizadores dos movimentos Vem Pra Rua e Na Rua. Os organizadores acreditavam reunir cerca de cinco mil pessoas até as 14 horas no Farol da Barra, onde aconteceram os protestos, mas findaram afirmando que entre 1.500 e 2 mil pessoas estiveram no local, pela manhã. Líderes do Vem Pra Rua garantiram que o objetivo não era realizar uma grande mobilização, mas manter o clima de impeachment na rua. Segundo o movimento, o grande evento popular está marcado para o dia 13 de março de 2016, ou seja, daqui a três meses, em data mais próxima à votação do impeachment. O deputado federal e presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia, o deputado estadual Heraldo Rocha (DEM) e o verador Eraldo Tinoco (DEM) estiveram presentes. O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, e o prefeito ACM Neto (DEM) não participaram do protesto. Durante a manifestação, que acabou por volta de 13 horas, foram ressaltados os nomes dos parlamentares que são a favor do impeachment.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.