Mulher assume ter matado grávida para ficar com bebê; criança foi encontrada

7 anos Anterior written by

A polícia de Minas Gerais encontrou o bebê que pode ser da jovem Patrícia Xavier da Silva, de 21 anos, que foi achada morta com um corte na barriga, nesta terça-feira (30). Segundo informações do jornal “Extra”, a mulher vista com a criança assumiu ter matado a vítima para ficar com o bebê. Inicialmente, os agentes afirmam que o casal disse ser pais dele, mas se contradisseram. Em seguida, Gilmária Silva Patrocínio admitiu o ocorrido. Patrícia foi achada na cidade de Ponte Nova, após ter desaparecido desde o último dia 26 de junho. Ela estava grávida de nove meses. A polícia expediu o mandato de prisão de uma terceira pessoa. A Polícia Civil afirma que o bebê vai ser submetido a um exame de DNA ainda nesta quarta-feira (1º) para saber se, de fato, é filho de Patrícia. O resultado pode levar até 30 dias para ficar pronto. A jovem sumiu depois de sair de casa para uma consulta no Hospital Nossa Senhora das Dores. O marido de Patrícia, pai do bebê, registrou o caso na polícia.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil · Crime

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.