Muritiba: Com líder preso por corrupção oposição não comparece a sessão ordinária

4 anos Anterior written by

O ex- prefeito Roque Luís Dias dos Santos da cidade de Muritiba no período de 2012- 2016 encontra-se preso por corrupção. O líder político é acusado de receber propina de 4 milhões de reais por mês, de empresas que participaram de um esquema de licitações fraudulentas. O gestor está preso temporariamente- que condiz ao prazo judicial de 30 dias – método utilizado para que as investigações continuem sem que sejam atrapalhadas pelo suspeito. A medida pode torna-se preventiva, caso o Ministério Público solicite a Justiça ao fim do prazo da prisão atual. Caso seja acatada, o suspeito aguardará julgamento preso.

De acordo com a operação adsumus o ex gestor é acusado de um rombo de 20 milhões de reais juntamente com Ricardo Machado ex-prefeito de Santo Amaro preso também pela operação do Ministério Público da Bahia.

Sessão ordinária:

Os vereadores da bancada de oposição Clementino Pereira Fraga e Josenilson Dias dos Santos não foram a sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Muritiba nesta terça-feira(19). Os vereadores cobraram da presidência da Casa que ambos expliquem o motivo da ausência. Para o vereador Ule da Ambulância, o motivo seria vergonha dos fatos ocorridos. Já que pela primeira vez na história do município um líder político e ex prefeito por dois mandatos foi preso no muncipio por desvio de verbas públicas no método ilícito das licitações. Roque Luís Dias dos Santos – Roque Isquem- continua preso em Salvador.

Reportagem e Fotos: Voz da Bahia/  Fábio Santos

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.