Papa se encontra com 30 mulheres que eram escravas sexuais

6 anos Anterior written by

O papa Francisco visitou nesta sexta-feira, de surpresa, 20 jovens ex-prostitutas da Comunidade Papa João XXII, um grupo que trabalha com pessoas carentes e marginalizadas pela sociedade. Seis delas são da Romênia, quatro da Albânia, sete da Nigéria e as demais de Tunísia, Itália e Ucrânia. Elas têm, em média, 30 anos. Todas sofreram graves violências físicas e vivem sob proteção. Elas se surpreenderam ao abrir a porta do apartamento onde vivem na periferia de Roma e encontrar o Pontífice. O religioso permaneceu com as jovens por mais de uma hora, ouvindo tristes experiências e as encorajando a olhar para o futuro com confiança. O Papa ainda fez um apelo ao combate do tráfico de seres humanos, que definiu como “um crime contra a humanidade”. A comunidade foi fundada por padre Oreste Benzi, que dedicou sua vida a tirar as mulheres da prostituição. O encontro faz parte da iniciativa “Sexta-feira da Misericórdia”, projeto ligado ao Jubileu da Misericórdia, como forma de se aproximar da população. Neste âmbito, o Papa já visitou um lar para idosos, uma clínica para viciados em drogas, um centro de acolhimento para refugiados e um hospital psiquiátrico. (Ansa)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Mundo · Religião

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.