Pesquisa afirma que tendência à traição é passada de pai para filho geneticamente

6 anos Anterior written by

Uma pesquisa desenvolvida na Charles University, na República Tcheca, apontou que a tendência ao adultério por parte de homens pode ser justificada geneticamente. Apesar de comum em ambos os sexos, apenas a figura paterna determina esse tipo de comportamento, passado para os filhos homens, de acordo com os resultados.

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Entretenimento · Internacionais

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.