Políticos baianos lamentam prisão de Argôlo pela PF

5 anos Anterior written by

A prisão do ex-deputado federal Luiz Argôlo (SDD) pela Polícia Federal, num cumprimento da Operação Lava Jato, ontem, gerou repercussão no meio político baiano. Presidentes de partidos lamentaram a implicação do político, mas concluíram que, caso haja comprovação, os envolvidos devem passar por punições. Entretanto, alguns divergiram sobre os ‘holofotes’ em torno das investigações. O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, reclamou do privilégio das informações para alguns órgãos de imprensa pela Polícia e o destaque nos veículos de comunicação. Ele questionou também que as prisões aconteçam às vésperas de um movimento anti-Dilma nas ruas do país, marcado para domingo (12).Por sua vez, os dirigentes do PDT Félix Mendonça e do PMDB Geddel Vieira Lima frisaram a “correção” em torno dos atos da PF. Everaldo disse que o PT defende as investigações, mas contestou que se restrinjam aos políticos. “Não podem ser só políticos. Também não pode se fazer sensacionalismo. O que para nós é estranho é que esses fatos aconteçam sempre nas proximidades de um ato político que tem acusações contra o PT”, disparou. (Tribuna)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Polícia · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.