População será ouvida para definir divisas entre municípios baianos de Ponto Novo e Queimadas

6 anos Anterior written by

A questão das divisas entre os municípios baianos de Ponto Novo e Queimadas está cada vez mais perto de ter um fim. Na sessão desta quarta-feira (8) da Comissão Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação da ALBA (Assembleia Legislativa da Bahia), ficou decidido que a SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia) vai fazer uma consulta popular nas comunidades envolvidas. O questionário pretende saber a qual município a população quer pertencer, isentando os prefeitos dos dois municípios desta decisão. A medida foi resolvida depois que os prefeitos de Ponto Novo, Adelson Maia, e de Queimadas, Tarcísio de Oliveira, decidiram não abrir mão de suas posições em relação ao impasse. A questão envolve 130 famílias em 10 comunidades, hoje no território de Queimadas, que ficam a 20 quilômetros da sede de Ponto Novo e a 70 quilômetros da cidade de Queimadas. “Esses locais utilizam atualmente serviços prestados por Ponto Novo. Mais de 80% desses moradores votam em nossa cidade”, explicou Adelson Maia. Apesar das partes não terem chegado ao acordo esperado pelos deputados membros da Comissão, o clima da sessão foi amigável. “Parabenizo os dois prefeitos pela sensibilidade com que conduziram a discussão. Apesar de não termos um acordo, conseguimos definir o próximo passo, que é deixar a população dizer o que quer”, elogiou o deputado Eduardo Salles, que lembrou ainda ser preciso resolver a questão com rapidez. “Temos até o dia 30 de abril para definir as divisas, ou os repasses para os municípios de dois territórios de identidade podem ser prejudicados. Além disso, as comunidades sofrem enquanto a situação não se resolve”. O deputado Eduardo Salles representava o município de Ponto Novo no encontro da Comissão, enquanto os deputados Sandro Régis e Luciano Simões Filho representavam Queimadas. A sessão foi conduzida pelo presidente da Comissão, deputado Zó, e contou com a presença de diversos vereadores de Ponto Novo, do vice-prefeito Artur Paiva e de representantes das comunidades envolvidas na questão. (ASCOM)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Política

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.