Prestes a ser denunciado na Lava Jato, Eduardo Cunha promete atacar governo na Câmara

6 anos Anterior written by

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) promete atacar o governo de Dilma Rousseff (PT) caso seja denunciado na Operação Lava Jato, como é esperado que aconteça nos próximos dias. De acordo com a Folha de S. Paulo, o próprio Cunha já confidenciou a aliados que espera ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas tá teria dito que que irá instalar CPIs prejudiciais ao governo na volta do recesso parlamentar. São elas a do BNDES e a dos fundos de pensão. Isso porque atribui sua investigação a uma ação do ministro José Eduardo Cardozo (Justiça). A cúpula do Congresso queixa-se de que o governo Dilma não fez nada para impedir inquéritos contra eles. A novidade na investigação seria um depoimento do executivo Júlio Camargo, que fez acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. Interlocutores de Cunha dizem que ele foi avisado de que Camargo teria mudado sua versão em depoimento. Por esse motivo, o peemedebista espera ser denunciado pela procuradoria. Insatisfeito, Cunha tem dito a aliados que a denúncia fará com que ele “aumente a pressão” sobre o governo e que vai articular a convocação de Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Edinho Silva (Comunicação Social) na CPI da Petrobras. (BN)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.