Processo Seletivo da Prefeitura de Amargosa em 2016 é um verdadeiro fiasco.

6 anos Anterior written by

Conforme noticiado pelo Site Amargosa Urgente no ultimo dia 11/01/2016, já apresentávamos questionamentos sobre o curto prazo para entrega de documentos e as posteriores alterações no cronograma que dificultaria a realização do Processo Seletivo da Prefeitura de Amargosa.

Após verificarmos a publicação do Resultado Provisório da Analise Curricular no dia 18/01/2016 podemos comprovar efetivamente que os nossos questionamentos estavam verdadeiramente embasados em dados concretos e que não fomos ouvidos pela Prefeitura de Amargosa, resultando o Processo Seletivo em um verdadeiro fiasco.

Segundo a publicação 233 (duzentos e trinta e três) pessoas foram avaliadas concorrendo as 80 (oitenta) vagas disponíveis, deste total 192 (cento e noventa e dois) que representa 82% dos avaliados NÃO foram habilitados por não atenderem o item 7.3 do Edital que diz: Serão eliminados automaticamente os interessados que não apresentarem os requisitos previstos no item anterior. A ausência de documentos ou a presença de irregularidade nos mesmos inviabilizará a análise de mérito quanto ao pedido de cadastramento pela Comissão de Avaliação ou de Análise Currículos e/ou histórico escolar.

Dos 233 (duzentos e trinta e três) currículos avaliados apenas 20 (vinte), ou seja, menos de 9% foram habilitados, como das 26 (vinte e seis) atividades oferecidas apenas 6 (seis) tiveram candidatos habilitados o que acaba levantando suspeitas sobre o verdadeiro objetivo da realização do Processo Seletivo.

Ouvimos uma pessoa que não foi habilitada que comentou: “Se soubesse que ia acabar assim não ia ter o trabalho que correr atrás, me sentir enganado e que fiz papel de bobo, já que criei expectativas”

 

Fonte: Sandro Moura/ Amargosa Urgente

ww

 

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Amargosa · Bahia · Brasil

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.