Quase 1,3 mil imigrantes desembarcaram na Itália

6 anos Anterior written by

Perto de 1,3 mil dos mais de 6,7 mil imigrantes socorridos durante o fim de semana no Mediterrâneo desembarcaram hoje (4) na Itália. Outros 1,5 mil são esperados ao longo do dia, anunciou a Marinha italiana. Um primeiro grupo de 873 imigrantes, entre os quais 103 mulheres e 52 crianças, chegou ao Porto de Pozzallo, no extremo sul da Sicília. Os imigrantes, sobretudo somalis e eritreus, serão transferidos após identificação para centros de acolhimento em Roma, Milão ou Nápoles. Um segundo grupo de cerca de 400 pessoas chegou à cidade de Messine, no Norte da Sicília. Além de somalis e eritreus, o grupo inclui ainda sírios. De acordo com a Marinha, são esperados no Porto de Reggio Calabria 778 migrantes socorridos em cinco diferentes operações e ao Porto de Augusta devem chegar outros 675 migrantes.Adrian Edwards, do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, disse que a guarda costeira da Itália indicou ter resgatado 6.779 migrantes durante o fim de semana no Mediterrâneo. Por meio da sua conta na rede social do Twitter, Edwards informou que foram encontrados dez imigrantes mortos. A Frontex, a agência europeia encarregada da vigilância das fronteiras fora do Espaço Schengen, que permite a livre circulação de pessoas entre a maioria dos países da União Europeia (UE), disse hoje ter intensificado as suas operações no Mediterrâneo. “Estamos tentando aumentar o número de navios e de aviões. Pedimos e obtivemos a confirmação de países europeus, entre os quais a França, sobre o envio das suas unidades”, declarou à agência France Presse Ewa Moncure, porta-voz da Frontex, que tem sede em Varsóvia. Uma dezena de navios integra atualmente a Operação Tritão no Mediterrâneo gerida pela Frontex. Após uma série de naufrágios que causaram mais de 1,2 mil mortos em abril, os dirigentes europeus aprovaram numa cúpula extraordinária o reforço da presença da UE no Mediterrâneo, triplicando o orçamento da Operação Tritão, que era de 3 milhões de euros por mês. (Agência Brasil)

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Internacionais

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.