S. A. de Jesus: “Está em estado muito ruim e precisa ser demolida”, diz Coordenador da 4ª Coorpin sobre interdição da carceragem

7 anos Anterior written by

A  juíza Maria Cláudia Sales Parente, da 2ª Vara de Feitos de Rel de Cons. Cível e Comerciais, da comarca de Santo Antônio de Jesus, concedeu limiar à Ação Civil Pública interposta pela 6ª Regional da Defensoria Pública da Bahia, com sede naquela comarca. Na ACP, os defensores públicos Maurício Moutinho e Murillo Bahia Menezes acionam o estado da Bahia, como réu, e solicitam a transferência de todos os custodiados que se encontram nas carceragens da Delegacia de Polícia de Santo Antônio de Jesus e o impedimento de que novos venham a ser custodiados naquela unidade. A respeito desse assunto, o Coordenador da 4ª Coorpin, Dr. Paulo Roberto Guimarães, explicou que foi feito uma ação pedindo a interdição da carceragem, ao Judiciário , que já tem conhecimento da situação, inclusive a Juiza já teria pedido transferência dos presos para o Presídio de Valença, porém o local foi interditado e os presos de Santo Antônio de Jesus começaram a não ser transferidos. “Temos hoje nove presos, entramos em contato com o presídio e estamos aguardando resposta para transferi-los. A carceragem está em estado muito ruim em função das rebeliões que ocorreram e precisa ser demolida”, afirmou, acrescentando que existe uma promessa do Secretário de Segurança de retirar todos os presos das delegacias neste ano de 2015, uma vez que não é obrigação da Polícia Civil tomar conta de preso.

Redação Voz da Bahia – Letícia Oliveira/Foto: Sindpoc

Comentários

Comentários

Artigos de Categorias:
Bahia · Polícia

Deixe o seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.